Rádio Cenecista de Picuí

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Prefeito de Bayeux, Berg Lima é preso suspeito de extorquir empresários

O gestor estaria extorquindo fornecedores, cobrando metade do dinheiro que a prefeitura devia a eles, referente à gestão passada, para então liberar os pagamentos
Foto: Reprodução
Berg Lima
O prefeito de Bayeux, Berg Lima (Podemos), foi preso nesta quarta-feira (5), suspeito de cometer suposta corrupção ativa. O gestor estaria extorquindo fornecedores, cobrando metade do dinheiro que a prefeitura devia a eles, referente à gestão passada, para então liberar os pagamentos. A prisão aconteceu por meio da operação realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) e a Polícia Civil.


O prefeito foi levado ao Instituto de Polícia Científica (IPC), no bairro do Cristo, em João Pessoa, para realização de exame de corpo de delito e logo depois foi encaminhado ao Gaeco, onde prestará informações aos promotores. A prisão foi feita pelo titular da Delegacia de Defraudações, Lucas Sá.

No Gaeco, nossa reportagem tentou ouvir o prefeito sobre o episódio, mas ele não quis se pronunciar. Disse apenas que está tranquilo.

Com 31 anos, Gutemberg de Lima Davi, disputou as eleições municipais em Bayeux sendo eleito prefeito. Essa é a primeira vez que Berg exerce um mandato e também a primeira vez na história da Paraíba que um prefeito foi preso em flagrante.

Correio da Paraíba

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”