Rádio Cenecista de Picuí

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Homem morto no Parque do Povo acompanhou amigo na festa por 'segurança'

Davson Oliveira fez questão de ir com amigo na noite de domingo porque avaliou que local 'estava muito perigoso'

Davson Oliveira Barbosa
O homem morto durante uma tentativa de assalto no Parque do Povo tinha apenas ido acompanhar um amigo até o banheiro por questão de segurança. O crime aconteceu na madrugada desta segunda-feira (19) durante o São João de Campina Grande e o amigo da vítima publicou um áudio relatando o caso. Segundo ele, Davson Oliveira Barbosa, de 30 anos, fez questão de acompanhá-lo na noite do show de Wesley Safadão “porque estava muito perigoso”.


Davson Oliveira e o amigo foram abordados quando retornavam do banheiro, na área conhecida como Pirâmide do Parque do Povo. Quatro homens abordaram os dois pedindo algum objeto, mas Davson avisou que não tinha nada e foram liberados. Na saída, um dos assaltantes falou alguma coisa, Davson respondeu e logo em seguida foi atacado, segundo relato do amigo que acompanhava a vítima.

“Quando estávamos voltando, passando na Pirâmide, tem uns quiosques, e uns caras me abordaram. Bateram de frente comigo, numa tentativa de assalto. Eu pedi calma. Davson disse ‘não vai ter nada aqui, não’. Aí os caras [falaram] ‘de boa’. Eu saí. Só que um dos caras soltou uma piada, falou alguma coisa. Aí Davson virou e disse assim ‘oxe, meu irmão, precisa disso não’. Foi nessa hora que ele foi golpeado. Eu achei até que tinha sido uma tapa”, relata o amigo em um áudio divulgado nas redes sociais.

Em nota, a empresa organizadora do evento lamentou a morte e informou que o sistema de monitoramento com cerca de cem câmeras ajudou a identificar os suspeitos. "As imagens já estão de posse das autoridades que continuarão a fazer as diligências", diz a Aliança.

Dificuldade para conseguir ajuda
Davson chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu ao ferimento e morreu. Ainda conforme o áudio gravado pelo amigo da vítima, ele pediu socorro às pessoas, mas só conseguiu ajuda após desmaiar.

“Subi as escadarias, cheguei até a chopperia e ninguém me ajudando. Foi na hora que ele caiu no chão. Acho que desmaiei e acordei já dentro da chopperia, o pessoal me abanando, com água. Perguntei ‘cadê meu amigo?’ e disseram que tinham levado ele para o [Hospital de] Trauma”, conta. Após acordar, o rapaz foi de táxi até o hospital, mas ao chegar no local foi informado que Davson Oliveira não havia dado entrada. Logo depois, foi avisado que Davson tinha morrido.

A Polícia Militar fez buscas, mas até a manhã desta segunda-feira nenhum suspeito do caso tinha sido preso. Ainda de acordo com informações repassadas pelo Hospital de Trauma de Campina Grande, pelo menos sete pessoas deram entrada na unidade vítimas de arma branca.

G1 PB

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

Nenhum comentário:

Postar um comentário