Rádio Cenecista de Picuí

domingo, 30 de abril de 2017

Evangelho do Dia: (Mt 13,54-58) - segunda-feira, 1º de maio de 2017

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, dirigindo-se para a sua terra, Jesus ensinava na sinagoga, de modo que ficavam admirados. E diziam: “De onde lhe vêm essa sabedoria e esses milagres? Não é ele o filho do carpinteiro? Sua mãe não se chama Maria, e seus irmãos não são Tiago, José, Simão e Judas? E suas irmãs não moram conosco? Então, de onde lhe vem tudo isso?” E ficaram escandalizados por causa dele. Jesus, porém, disse: “Um profeta só não é estimado em sua própria pátria e em sua família!” E Jesus não fez ali muitos milagres, porque eles não tinham fé.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

A perseguição política nos pequenos municípios

A perseguição política é uma das formas mais covardes de se manipular e pressionar os servidores, sendo a remoção e transferência um jeito velado de se perseguir

Falar sobre política em municípios menores é algo delicado. Não é de hoje que a maior preocupação é com a próxima campanha e com os interesses próprios do que propriamente com o bem-estar dos habitantes e a melhoria em geral da localidade.


Mesmo ainda longe do próximo período eleitoral, o clima é tenso, com desconfiança de tudo e de todos. Os chefes sempre 'de olho' nos prestadores de serviços (contratados pelo gosto, interesse e necessidade da administração), que usam de várias estratégias para se manterem em seus cargos:
  • Aproxima-se mais do prefeito, aparentando fidelidade e comprometimento;
  • Se distancia das pessoas que são taxadas como adversários, por mais que sejam seus amigos de longas datas, porque “amigo de inimigo, inimigo é”;
  • Em hipótese alguma traja vestimentas com as cores da oposição;
  • Curti sempre o que os ‘mandachuvas’ postam em redes sociais.

Quando chega o dia da apuração, só resta torcer muito para o seu candidato sair vencedor, pois, caso contrário, a perseguição política será implacável. O servidor, por mais competente que seja terá o seu emprego ‘caçado’.

Se contrata uma pessoa que esteve ao lado do grupo vencedor para substituir o ‘derrotado’, mesmo que o novato não tenha a mesma capacidade. Do mesmo modo acontece com a permanência da situação no poder que, dificilmente dará chances para os que foram contrários às suas ideias.

Aqueles que gozam de certa independência (concursado), por mais que sejam perseguidos, dificilmente perderão o emprego. Já os outros não têm a mesma sorte. 

A perseguição política é uma das formas mais covardes de se manipular e pressionar os servidores, sendo a remoção e transferência um jeito velado de se perseguir. Claro que não é regra, mas acontece na maioria das pequenas cidades.

Fica então a pergunta:

Quando é que isso vai parar?

Blog NP

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

Ônibus de excursão capota após colisão com motocicleta na RN-203; uma pessoa morre

Acidente aconteceu na manhã deste domingo (30) em São Pedro. Cerca de 40 pessoas ficaram feridas, entre elas uma grávida e várias crianças
Foto: PM/Divulgação
Ônibus, fretado para um passeio, saiu da pista e capotou após colidir com uma motocicleta
Um homem morreu na manhã deste domingo (30) após uma colisão envolvendo um ônibus de excursão e uma motocicleta na RN-203, município de São Pedro, distante pouco mais de 60 quilômetros de Natal. A pessoa que morreu, ainda não identificada, estava na moto. Ainda não se sabe quantas pessoas estavam no ônibus. Contudo, cerca de 40 passageiros ficaram feridos, entre eles uma grávida e várias crianças. Chovia bastante na hora do acidente.


Segundo a PM, o ônibus é da empresa Santa Fé. Com a batida, o motorista perdeu o controle, saiu da pista e o veículo acabou capotando. O ônibus, que foi fretado para um passeio, havia acabado de sair da cidade de São Paulo do Potengi e seguida para a lagoa de Boa Água, em São José de Mipibu, município da região metropolitana da capital potiguar.

Motocicleta da vítima ficou na beira da pista. Chovia bastante na hora do acidente (Foto: PM/Divulgação)
Ambulâncias socorrem os feridos para o Hospital Regional Monsenhor Expedito, em São Paulo do Potengi. A unidade disse que 28 pessoas deram entrada no pronto-socorro local, e que três crianças (apresentando traumatismos e múltiplas fraturas) haviam sido transferidas para o Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, em Natal. A direção do hospital disse que duas foram atendidas e já liberadas. A terceira ficou internada para um exame de tomografia.

Também houve casos em que ambulâncias saíram direto do local do acidente direto para a capital. A única morte confirmada até o momento é a do condutor da motocicleta.

G1 RN

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

Divulgada programação completa do São João 2017 de Santa Luzia, PB

Entre as atrações, estão Márcia Fellipe, Gabriel Diniz, Pinto do Acordeon, Solteirões do Forró e Sirano e Sirino

A Prefeitura de Santa Luzia, no Sertão da Paraíba, divulgou a programação oficial do São João 2017 do município, comemorando 75 anos de tradição. O anúncio foi feito durante um evento neste sábado (29).


Serão cinco dias de festas, de 21 a 25 junho, com atrações regionais e artistas reconhecidos no cenário nacional. Entre as atrações, estão Márcia Fellipe, Gabriel Diniz, Mano Walter, Pinto do Acordeon, Solteirões do Forró, Sirano e Sirino e Os Gonzagas.

Com o tema “A cidade que ensinou o Brasil a dançar forró”, a programação do São João de Santa Luzia 2017 busca, além da valorização da cultura e o reconhecimento dos talentos locais, o crescimento da cidade e a geração de emprego e renda, através do aquecimento econômico no comércio.

Confira a programação do São João 2017 de Santa Luzia:

Quarta-feira, dia 21
  • Mano Walter
  • Pinto do Acordeon
  • Forró D2
  • Os Gonzagas

Quinta-feira, dia 22
  • Gabriel Diniz
  • João Lima
  • Capilé
  • Forró Deixe de Brincadeira

Sexta-feira, dia 23
  • Solteirões do Forró
  • Sirano e Sirino
  • Fulô Mimosa
  • Aviny Vinny

Sábado, dia 24
  • Márcia Fellipe
  • Saulo Farra
  • Tonny Farra
  • Rodolfo Lopes

Domingo, dia 25
  • Luiz Bento
  • Jeová doAcordeon
  • Titico e Forró Quentão
  • Santino Braz
  • Os 3 do Forró

G1 PB

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

Casal é detido após ser flagrado fazendo sexo em local público na Paraíba

Casal foi visto por moradores nas dependências de um prédio que pertence à Prefeitura de Patos, no Sertão da Paraíba

Um casal foi detido na cidade de Patos, no Sertão da Paraíba, a 307 km de João Pessoa, após ser flagrado fazendo sexo em local público. Segundo a polícia, o caso ocorreu na tarde desse sábado (29), no bairro Jatobá, na Zona Sul da cidade.


De acordo com a escrivã Maria José, da Polícia Civil, que registrou a ocorrência, o casal foi visto por moradores nas dependências de um prédio que pertence à Prefeitura de Patos.

“O fato não ocorreu no meio da rua, mas foi em um espaço que era visível aos moradores da área”, contou Maria José, que acrescentou que o casal apresentava sinais de embriaguez ao ser preso pela Polícia Militar.

Os detidos foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil da cidade, onde foram autuados por ato obsceno, assinaram um Termo Circunstanciado e Ocorrência e liberados em seguida.

Portal Correio

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

Belchior morre aos 70 anos no Rio Grande do Sul

Cantor e compositor foi um dos primeiros cantores nordestinos de MPB a alçar sucesso nacional
Foto: Reprodução
Belchior
Belchior morreu neste domingo (30), aos 70 anos, em Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul. A morte, cuja causa ainda não divulgada, foi confirmada por familiares ao jornal O Povo.


As informações preliminares são de que o corpo do cantor e compositor será levado ao Ceará ainda nesta tarde e o sepultamento ocorrerá em Sobral, cidade em que o artista nasceu.

Antônio Carlos Gomes Belchior Fontenelle Fernandes tem 23 discos lançados. Uma da canções de maior sucesso foi " Como nossos pais", regravada por grandes nomes da música nacional como Elis Regina. Outro hit do artista foi "Paralelas", gravado por Vanusa.

O cantor e compositor foi um dos primeiros nomes do Nordeste a alçar fama nacional no cenário da MPB, nos anos 1970. Ano passado, a Universal Music relançou uma caixa comemorativa aos 70 anos do artista, intitulada "Três tons de Belchior".

Notícias ao Minuto

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

Bandidos invadem festa e causam terror em Jaçanã; em Cel. Ezequiel, jovem é executado a tiros

A última semana do mês de abril de 2017 ficará marcada como uma das mais violentas para os Jaçanaenses

Dois bandidos encapuzados e usando armas de fogo invadiram uma festa de aniversário que estava ocorrendo na noite desse sábado, 29, e causaram um verdadeiro terror aos convidados.


Durante a ação a dupla só conseguiu levar um celular, pessoas que estavam no recinto afirmaram que os marginais agiram de forma rápida e dispararam vários tiros para o alto e alguns na parede da casa, com objetivo de intimidar as vítimas.

O assalto ocorreu por volta das 20h em uma residência situada no Bairro Novo Horizonte próximo ao ginásio esportivo localizado na entrada de Jaçanã/RN.

A última semana do mês de abril de 2017 ficará marcada como uma das mais violentas de todos os tempos para os Jaçanaenses.

Coronel Ezequiel RN

Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo 30 de abril no bairro Irmã Elisa na cidade de Coronel Ezequiel, região Trairi do RN. O jovem identificado como Caio, filho de Adriana esposa de Canindé de Jaçanã.

Por volta das 2h30 da madrugada os assassinos adentraram a casa onde a vítima estava com sua companheira e realizaram o homicídio.

ClickPicuí com Notícia da Serra

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

Se entrasse na disputa, Moro venceria Lula no 2º turno em 2018

Juiz venceria ex-presidente numericamente, com empate técnico: 42% a 40%

O nome do juiz federal Sérgio Moro, responsável por processos na primeira instância da operação Lava Jato, foi testado pela primeira vez na pesquisa Datafolha, divulgada neste domingo (30) pela Folha de S. Paulo. Na simulação de um segundo turno entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o magistrado, Moro venceria a eleição.


No cenário de primeiro turno em que Moro foi incluído, o juiz chega tecnicamente em segundo. No segundo turno, ele supera Lula numericamente, com empate técnico: 42% a 40%.

Ainda de acordo com a pesquisa de segundo turno, o ex-presidente também perderia para a ex-ministra e líder da Rede Sustentabilidade Marina Silva.

A pesquisa foi divulgada no jornal Folha de S. Paulo deste domingo (30). O Datafolha ouviu 2.781 eleitores, em 172 municípios, na quarta (26) e na quinta (27). A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Notícias ao Minuto

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

Homem é esfaqueado após discussão com cunhado e amigos durante bebedeira

De acordo com o Centro Integrado de Operações Policiais (CIOP), a vítima e o acusado estavam ingerindo bebidas alcoólicas e conversando quando iniciaram uma discussão

Um homem ficou ferido, na noite desse sábado (29), após ser atingido por um golpe de faca no braço por conta de um desentendimento com um cunhado e amigos, no bairro Serrotão, em Campina Grande.


De acordo com o Centro Integrado de Operações Policiais (CIOP), a vítima e o acusado estavam ingerindo bebidas alcoólicas e conversando quando iniciaram uma discussão.

O rapaz foi ferido superficialmente e passa bem. A Polícia realizou buscas na região, mas não conseguiu prender o acusado.

MaisPB

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

sábado, 29 de abril de 2017

Evangelho do Dia: (Lc 24,13-35) - domingo, 30 de abril de 2017

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele mesmo dia, o primeiro da semana, dois dos discípulos de Jesus iam para um povoado, chamado Emaús, distante onze quilômetros de Jerusalém.

Conversavam sobre todas as coisas que tinham acontecido. Enquanto conversavam e discutiam, o próprio Jesus se aproximou e começou a caminhar com eles. Os discípulos, porém, estavam como que cegos, e não o reconheceram. Então Jesus perguntou: “O que ides conversando pelo caminho?” Eles pararam, com o rosto triste, e um deles, chamado Cléofas, lhe disse: “Tu és o único peregrino em Jerusalém que não sabe o que lá aconteceu nestes últimos dias?” Ele perguntou: “O que foi?” Os discípulos responderam: “O que aconteceu com Jesus, o Nazareno, que foi um profeta poderoso em obras e palavras, diante de Deus e diante de todo o povo. Nossos sumos sacerdotes e nossos chefes o entregaram para ser condenado à morte e o crucificaram. Nós esperávamos que ele fosse libertar Israel, mas, apesar de tudo isso, já faz três dias que todas essas coisas aconteceram! É verdade que algumas mulheres do nosso grupo nos deram um susto. Elas foram de madrugada ao túmulo e não encontraram o corpo dele. Então voltaram, dizendo que tinham visto anjos e que estes afirmaram que Jesus está vivo. Alguns dos nossos foram ao túmulo e encontraram as coisas como as mulheres tinham dito. A ele, porém, ninguém o viu”. Então Jesus lhes disse: “Como sois sem inteligência e lentos para crer em tudo o que os profetas falaram! Será que o Cristo não devia sofrer tudo isso para entrar na sua glória?” E, começando por Moisés e passando pelos Profetas, explicava aos discípulos todas as passagens da Escritura que falavam a respeito dele. Quando chegaram perto do povoado para onde iam, Jesus fez de conta que ia mais adiante. Eles, porém, insistiram com Jesus, dizendo: “Fica conosco, pois já é tarde e a noite vem chegando!” Jesus entrou para ficar com eles. Quando se sentou à mesa com eles, tomou o pão, abençoou-o, partiu-o e lhes distribuía. Nisso os olhos dos discípulos se abriram e eles reconheceram Jesus. Jesus, porém, desapareceu da frente deles. Então um disse ao outro: “Não estava ardendo o nosso coração, quando ele nos falava pelo caminho e nos explicava as Escrituras?” Naquela mesma hora, eles se levantaram e voltaram para Jerusalém onde encontraram os Onze reunidos com os outros. E estes confirmaram: “Realmente, o Senhor ressuscitou e apareceu a Simão!” Então os dois contaram o que tinha acontecido no caminho, e como tinham reconhecido Jesus ao partir o pão.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Homem considerado o maior estelionatário do país é preso em Currais Novos

O suspeito estava sendo monitorado pela Polícia Civil e foi preso quando passava por Currais Novos
Foto: Reprodução
Manoel Severino da Silva
Por volta das 09h30min deste Sábado (29), policiais civis da cidade de Currais Novos, no Seridó do Rio Grande do Norte, com apoio da Polícia Militar, prenderam Manoel Severino da Silva, 55 anos, considerado o maior estelionatário do Brasil. Ele é acusado de aplicar golpes em vários estados do país.


O suspeito estava sendo monitorado pela Polícia Civil e foi preso quando passava por Currais Novos.

Contra ele havia vários mandados de prisão em aberto.

PM Currais Novos

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

Açude do Cariri da PB sangra após chuvas registradas na madrugada; assista a vídeo

Segundo dados da Aesa, atualmente três açudes da Paraíba estão sangrando
Reprodução/Taperoá.com 
Açude Taperoá
O açude Manoel Marcionilo, em Taperoá, a 216 km de João Pessoa, sangrou na manhã deste sábado (29). As informações são da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa). Veja vídeo abaixo.


O manancial tem capacidade para armazenar 15,1 milhões de metros cúbicos de água e teve a recarga totalmente completada após chuvas registradas na madrugada. De acordo com o meteorologista da Aesa Alexandre Magno, as chuvas começaram na região de Taperoá e se deslocaram também para a divisa com Rio Grande do Norte.

Veja o vídeo carregado no canal de Heleno Lima.


Segundo a Aesa, apenas três açudes do estado estão sangrando atualmente, sendo não só o de Taperoá, como também o Vazante, na cidade de Diamante, a 450 km de João Pessoa, que tem pouco mais de 9 milhões de metros cúbicos de capacidade e está totalmente carregado desde o dia 24 de abril.

O terceiro reservatório que está com capacidade máxima acumulada é o São José II, em Monteiro, a 305 km de João Pessoa, com 1,3 milhão de metros cúbicos.

Magno informou que a previsão indica mais chuvas nas próximas horas não só no Sertão, como em outras partes da Paraíba.

A Aesa monitora 127 açudes da Paraíba e atualmente três deles estão sangrando; 46 estão em situação crítica, com menos de 5% do volume total; 43 em observação, com menos de 20% do volume; e 35 com mais de 20%.

Alisson Correio - Portal Correio

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

Correios, bancos e farmácia de duas cidades da PB são alvos de ataques violentos

Ações nas duas cidades podem ter sido executadas pelo mesmo grupo
Polícia Militar
Bandidos detonaram
Correios e caixas eletrônicos
Uma série de ataques violentos a estabelecimentos foi registrada na madrugada deste sábado (29), nas cidades de Vista Serrana e Brejo do Cruz, no Sertão da Paraíba. Até a manhã, nenhum suspeito dos crimes havia sido preso. As duas cidades estão a 71 km uma da outra.


As ações começaram em Brejo do Cruz, a 420 km de João Pessoa, onde um grupo com pelo menos seis homens em uma caminhonete explodiu um caixa eletrônico do Banco do Brasil. Segundo a Polícia Militar, eles roubaram o dinheiro do equipamento e fugiram deixando grampos pelo caminho.

Em Vista Serrana, a 364 km de João Pessoa, a PM disse que seis bandidos atacaram um caixa eletrônico do Bradesco, uma agência dos Correios e uma farmácia. Os dois primeiros foram alvos de explosão, enquanto a farmácia foi arrombada.

O bando fugiu em uma caminhonete e espalhou grampos no caminho, além de atirar para o alto. A polícia suspeita que os casos nas duas cidades tenham sido executados pelos mesmos criminosos.

Portal Correio

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

Raio cai próximo a Nova Palmeira e causa prejuízos à população

Durante o temporal, um raio caiu nas proximidades da cidade, ocasionando a queima de diversos eletrodomésticos

A chuva voltou a cair em diversos municípios do Seridó paraibano no início da noite dessa sexta-feira, 28. Em Nova Palmeira, um pé-d’água que durou cerca de 25 minutos, acumulou uma carga de aproximadamente 20,0mm.


A boa notícia veio acompanhada de preocupação para alguns moradores nova-palmeirense. É que durante o temporal, um raio caiu nas proximidades da cidade, ocasionando a queima de diversos eletrodomésticos.

Em contato com a redação do Blog NP, a popular Marizinha descreveu o rápido momento: “O trovão foi um tiro. Muito assustador”.

A descarga elétrica ainda deixou boa parte de Nova Palmeira às escuras e sem sinal de internet.

Cuidados durante a tempestade
Alguns cuidados podem evitar acidentes com raios durante tempestade. Confira algumas dicas.

Dentro de casa: evitar o uso do celular, secador de cabelo e ferro elétrico conectados à tomada. Evitar uso de chuveiro ou torneira elétrica. Evitar consertos de instalações elétricas e se possível, permanecer dentro de casa enquanto a tempestade durar.

Fora de casa: evitar contato com objetos metálicos, como cercas de arame, tubos metálicos e principalmente linhas telefônicas ou elétricas. Evitar estar em locais como campos abertos, piscinas, lagos, praias, árvores isoladas, postes e locais elevados.

Blog NP

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

'Greve foi menor que organizadores esperavam, mas maior que governo gostaria', diz cientista político

Centrais sindicais dizem que paralisação é a maior da história do Brasil - teria ultrapassado a adesão de 35 milhões de pessoas conseguida em 1989

Não houve um balanço oficial sobre a quantidade de pessoas que aderiram à greve ou sobre os protestos espalhados nas principais capitais brasileiras. No entanto, para alguns analistas ouvidos pela BBC Brasil, o impacto delas só poderá ser medido efetivamente na semana que vem, quando parlamentares voltarem ao Congresso para debater as reformas criticadas pelo movimento.


Marco Antônio Teixeira, cientista político e professor do Departamento de Gestão Pública da FGV, resumiu: "Acho que as manifestações, apesar de grandes, não foram do tamanho que os manifestantes esperavam. "Por outro lado, elas também não foram tão pequenas quanto o governo gostaria."


"O efeito nós vamos sentir na semana que vem, com o retorno das atividades do Congresso vai dar para medir quais serão os desdobramentos", afirmou.

A cientista política e pesquisadora do Cetesp-FGV, Lara Teixeira, também pontuou que ainda está cedo para entender os reflexos das mobilizações desta sexta.

"A gente não consegue mensurar quantas pessoas não foram trabalhar porque aderiram à greve e quantas não foram porque não conseguiram chegar ao trabalho. Mas o comércio, por exemplo, sentiu. O dia teve um movimento pior que de feriado, alguns comerciantes disseram. O transporte público parou o dia todo em São Paulo. Então é possível dizer que a greve foi sentida."

"O impacto poderá ser sentido na decisão dos parlamentares quanto às reformas. Mas ainda é preciso esperar que eles comecem a se manifestar para saber se essa greve terá um efeito."

No entanto, para Antônio Lavareda, cientista político da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), as manifestações "falharam". Ele acredita que, por causa da baixa quantidade de pessoas na rua e dos incidentes de confronto, "os opositores às reformas fizeram um gol contra".

A sexta-feira começou e terminou com greves e manifestações por todo o país. Convocadas pelas principais centrais sindicais brasileiras, elas tinham como alvo duas das principais medidas defendidas pelo governo de Michel Temer: a reforma trabalhista e a reforma da previdência.

"O cidadão comum assistiu a um espetáculo de fogueiras acesas nas rodovias, barricadas no centro, o transporte público interrompido, aeroportos fechados. São manifestações com teor de violência muito elevado que não servem para esse trabalho que a oposição quer fazer, de mobilizar os cidadãos contra as reformas", disse.

Questionado pela reportagem sobre qual seria o impacto dessa greve geral para o governo, Lavareda rejeitou a nomenclatura dada pelos organizadores do movimento. "Qual foi greve geral? A nomenclatura está equivocada. Para ser geral, precisa ao menos ser substancial. A greve só aconteceu nos transportes."

Para ele, nem governo, nem Congresso sentirão qualquer impacto com a mobilização desta sexta-feira.

"Se fosse uma manifestação com adesão maciça da sociedade, isso intimidaria os congressistas. Mas ficou claro que eram setores específicos, então os parlamentares vão se sentir mais à vontade para votar as reformas sem pressão."

Futuro das reformas
As principais reivindicações dos manifestantes são relacionadas às reformas que estão em pauta no Congresso. A trabalhista já passou na Câmara dos Deputados e agora tramitará no Senado, enquanto a da Previdência já foi rejeitada uma vez e deverá ser posta em pauta novamente em breve.

Marco Antônio Teixeira, da FGV, considera que a greve e as manifestações convocadas foram resultado da falta de diálogo do governo ao propô-las.

"O governo está fechado para o diálogo porque não quer fazer concessão, ele está fechado com a planilha. E quando negociou, abriu diálogo para setores que já são privilegiados, o que deixou o povo mais insatisfeito", disse.

Ele pontua que, diante das manifestações e da impopularidade da medida, parlamentares irão colocar na balança o possível "custo eleitoral" de um apoio à reforma.

"O que está em jogo pra muitos não é só apoiar ou não a reforma, mas é a eleição de 2018. Aí tem um paradoxo grande, porque o governo Temer já está devastado na avaliação da população. E o apoio parlamentar explícito na reforma da previdência pode ter um alto custo eleitoral."

Antônio Lavareda, porém, acredita que as manifestações ficaram muito "radicalizadas e localizadas em setores sindicalistas, com penetração de black blocs" e que, por conta disso, acabarão "ajudando o governo" nas negociações para aprovar a reforma da previdência.

Destaque
Ao longo do dia de manifestações, Michel Temer preferiu não se pronunciar publicamente, mas soltou uma nota oficial do governo ao final da tarde se posicionando sobre os atos.

Ele afirma que "houve a mais ampla garantia ao direito de expressão, mesmo nas menores aglomerações" de manifestantes.

"Infelizmente, pequenos grupos bloquearam rodovias e avenidas para impedir o direito de ir e vir do cidadão, que acabou impossibilitado de chegar ao seu local de trabalho ou de transitar livremente. Fatos isolados de violência também foram registrados, como os lamentáveis e graves incidentes ocorridos no Rio de Janeiro", diz o comunicado, que termina sinalizando a continuidade das reformas.

"O trabalho em prol da modernização da legislação nacional continuará, com debate amplo e franco, realizado na arena adequada para essa discussão, que é o Congresso Nacional".

Ainda na manhã de sexta, no entanto, o ministro da Justiça, Osmar Serraglio, disse à Rádio CBN que a greve se limitaria a sindicalistas e que "inexiste".

"Você pega milhares de pessoas obstruídas por 15, 20, 50 pessoas. As pessoas estão querendo ir trabalhar e estão sendo obstruídas", afirmou.

Para cientistas políticos ouvidos pela BBC Brasil, porém, quem se destacou mais diante de toda a situação foi principalmente o prefeito de São Paulo, João Doria.

"É curioso que o Doria falou mais sobre uma greve do que o próprio Temer, que era o alvo dela. O Doria está chamando a todo momento o debate nacional pra ele, na perspectiva de enfrentamento. Hoje, ele chamou o pessoal que participa da greve de 'vagabundo'. Está mais agressivo do que o próprio alvo dos grevistas, que é o governo federal", pontuou Marco Antonio Teixeira, que aposta na candidatura do tucano para a Presidência em 2018.

"O Doria não saiu de campanha até agora. A questão é se ele vai ter fôlego pra continuar em campanha até outubro de 2018. Está muito claro que ele continua em campanha, mas não sei nem se ele tem clareza pra quê", observou Lara Mesquita.

Pelo menos cinco ônibus foram incendiados por manifestantes no Rio de Janeiro.

Dia de greve
Mais de 150 cidades em todos os Estados registraram paralisações e protestos contra as reformas Trabalhista e da Previdência nesta sexta-feira, quando movimentos sociais e sindicatos convocaram uma greve geral.

Desde o início da manhã, categorias de trabalhadores bloquearam vias em Vitória, Florianópolis, Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Brasília, Recife, São Luís, Boa Vista e outras cidades. Na maioria dos casos, a Polícia Militar dispersou manifestantes com bombas de gás lacrimogêneo.

Nas capitais, lojas e bancos ficaram fechados, além de escolas municipais e estaduais. Em São Paulo, colégios particulares também aderiram.

Em São Paulo, a Polícia Militar dispersou o bloqueio do acesso ao aeroporto de Guarulhos e impediu uma manifestação dentro do aeroporto de Congonhas.

À noite, cerca de dezenas de milhares de pessoas se reuniram no Largo da Batata, na zona Oeste da cidade. Manifestantes cantavam "essa reforma não vai passar, o povo na rua vai barrar". Eles seguiram para a casa do presidente Michel Temer, no bairro do Alto de Pinheiros, onde houve confronto com a polícia, que dispersou manifestantes com bombas de gás e balas de borracha. Ao todo, a PM divulgou ter prendido 36 pessoas em todo o Estado nas manifestações.

Em capitais como Salvador e Recife as linhas de ônibus deixaram de funcionar completamente por 24 horas. Em São Paulo, no Rio e em Belo Horizonte, a paralisação foi parcial. Metrôs e trens funcionaram parcialmente na maioria das cidades.

Em Recife e Salvador, paralisação de ônibus foi total; mais de 150 cidades tiveram manifestações.

Em Manaus, a Polícia Civil também se manifestou contra as reformas e suspendeu o abastecimento dos carros.

Em Teresina, agentes penitenciários anunciaram paralisação por 24 horas e dizem que não vão receber presos nos presídios.

O centro do Rio de Janeiro teve confronto em militares e manifestantes em diversos pontos. Desde a madrugada da sexta-feira, ao menos cinco ônibus foram incendiados. No início da noite, ainda havia cenas de violência na cidade.

Até o momento, não há estimativas finais da Polícia Militar para manifestações pelo país, nem números oficiais de quantos trabalhadores pararam as atividades, mas centrais sindicais dizem que paralisação é a maior da história do Brasil - teria ultrapassado a adesão de 35 milhões de pessoas conseguida em 1989.

A greve foi convocada pelas principais entidades sindicais do Brasil: CUT (Central Única dos Trabalhadores), CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil), Intersindical, CSP-Conlutas (Central Sindical e Popular), UGT (União Geral dos Trabalhadores), Força Sindical, Nova Central, CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros) e CGTB (Central Geral dos Trabalhadores do Brasil).

BBC

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

Caminhão carregado de cestas básicas tomba na BR-230

Tanto o motorista, quanto o passageiro do veículo sofreram escoriações leves
Foto: Reprodução
Caminhão tombou na BR-230, em São Mamede
Um caminhão carregado de cestas básicas tombou na BR-230, rodovia que liga São Mamede a Santa Luzia, na Paraíba, no final da tarde dessa sexta-feira (28). Devido ao acidente, a carga se espalhou no local.


Segundo testemunhas que passavam no momento do acidente, o motorista tentou segurar o veículo na pista mas não conseguiu, devido uma forte inclinação causada pelo estouro de dois pneus traseiros, perdendo assim o controle da direção do caminhão, que tombou na margem da rodovia.

Tanto o motorista, quanto o passageiro do veículo, que não quiseram se identificar, sofreram escoriações leves.

A Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Militar estiveram no local e sinalizaram a via para alertar outros motoristas sobre o acidente. Mesmo assim, o engarrafamento passou dos dois quilômetros.

Blog Revista São Mamede

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Evangelho do Dia: (Jo 6,16-21) - sábado, 29 de abril de 2017

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Ao cair da tarde, os discípulos desceram ao mar. Entraram na barca e foram em direção a Cafarnaum, do outro lado do mar. Já estava escuro, e Jesus ainda não tinha vindo ao encontro deles.

Soprava um vento forte e o mar estava agitado. Os discípulos tinham remado mais ou menos cinco quilômetros, quando enxergaram Jesus, andando sobre as águas e aproximando-se da barca. E ficaram com medo.

Mas Jesus disse: “Sou eu. Não tenhais medo”. Quiseram, então, recolher Jesus na barca, mas imediatamente a barca chegou à margem para onde estavam indo.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.