Rádio Cenecista de Picuí

sábado, 7 de janeiro de 2017

Vigilante é achado morto dentro de escola em CG e polícia suspeita de latrocínio

Arma, carteira e celular do vigilante foram levadas, em Campina Grande. Vítima tinha 27 anos e não era envolvido com crimes, segundo delegada

Um vigilante 27 anos foi achado morto a tiros dentro da escola estadual em que trabalhava na madrugada deste sábado (7) no bairro dos Cuités, em Campina Grande. De acordo com a delegada responsável pelo caso, Tatiana Matos, a suspeita é de que o homem tenha sido vítima de latrocínio.


O caso foi registrado por volta de 1h10 (horário local), na Rua Bruxelas. Moradores da região ouviram tiros e acionaram a polícia. Uma equipe da PM fazia rondas pela região quando notaram uma das portas da escola entreaberta. Os policiais entraram no local e encontraram a vítima caída. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser chamado, mas os médicos confirmaram que o vigilante já estava morto.

Da vítima, foram levados um revólver calibre 38 com munições, a carteira e um aparelho celular. A delegada explica que as informações sobre o caso são poucas, mas as investigações continuam. A família do vigilante contou para a delegada que o homem não tinha envolvimento com nenhum tipo de crime e a empresa de vigilância disse que ele trabalhava falou que o jovem também não tinha histórico de desentendimento com alguma pessoa ou qualquer outro problema.

“A princípio, estamos tratando como latrocínio. Não há nenhuma ligação da vítima com crimes. O caso vai continuar sendo investigado e não temos suspeitos ainda", disse Tatiana.

G1 PB

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”