Rádio Cenecista de Picuí

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Risco de ataques e violência faz TSE aprovar tropas federais para 12 cidades da PB

Decisão alcança Campina Grande, Esperança, Sousa, Pombal, Aparecida, Lastro, Marizópolis, Nazarezinho, São Francisco, São José da Lagoa Tapada, Santa Cruz e Vieirópolis

Doze cidades da Paraíba terão a segurança reforçada por tropas federais durante o primeiro fim de semana de outubro, quando ocorrem as eleições. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) entendeu que o efetivo da polícia local não seria suficiente para garantir plena segurança no pleito, além de haver risco de ataques violentos promovidos por grupos armados no dia 2.


De acordo com o que foi decido em sessão administrativa presidida pelo ministro Gilmar Mendes, nesta quinta-feira (29), receberão tropas federais as cidades de Campina Grande, Esperança, Sousa, Pombal, Aparecida, Lastro, Marizópolis, Nazarezinho, São Francisco, São José da Lagoa Tapada, Santa Cruz e Vieirópolis.

O processo referente à região de Sousa foi conduzido pelo ministro Luiz Fux. A ministra Rosa Weber ficou responsável por analisar o caso de Pombal e defendeu o envio de tropas alegando que relatórios da Polícia Civil da Paraíba teriam identificado planos de ataques violentos, que poderiam ser provocados por grupos armados.

O ministro Napoleão Nunes Maia foi o relator do caso de Campina Grande e o ministro Henrique Neves analisou a situação de Esperança, justificando que a cidade tem "histórico conturbado e baixo efetivo policial".

Durante a sessão, os ministros explicaram que o governador Ricardo Coutinho (PSB) defendeu que a Paraíba tem policiamento suficiente para garantir ordem no pleito, mas que não se oporia ao envio de tropas de federais.

O ministro Gilmar Mendes marcou para esta sexta-feira (30), às 17h, uma sessão extraordinária para analisar outras solicitações de envio de tropas federais no país.

Alisson Correia – Portal Correio

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”